Coari (AM) – Durante fiscalização a embarcações neste domingo (20/09), no Rio Solimões, os policiais da Base Fluvial Arpão, da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), prenderam uma idosa venezuelana, de 66 anos, transportando drogas nas partes íntimas. A prisão ocorreu em Coari (a 363 quilômetros de Manaus). A mulher vinha de lancha da cidade de Tabatinga (a 1.108 quilômetros da capital), na tríplice fronteira, com destino a Manaus.

Esta é a 18ª mulher presa pela Base Arpão transportando droga em barcos que navegam no Rio Solimões. De 21 prisões relacionadas a tráfico de drogas efetuadas pelas equipes nos últimos 20 dias, 18 foram mulheres. No mesmo período, foram apreendidos mais de 130 quilos de entorpecentes.

A apreensão das drogas com a idosa resultou em um prejuízo de R$ 4 mil ao crime. A prisão ocorreu durante a manhã, na embarcação Madame Crys. A equipe de policiais militares e civis contaram com auxílio da cadela Zoé, da Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães), que sinalizou que no banco onde a infratora estava havia entorpecentes.

Ao fazerem a abordagem, os policiais sentiram forte odor de fezes. Após uma revista íntima, foram localizadas três cápsulas contendo cocaína e uma esfera de skunk. Em depoimento, ela confessou ter recebido a quantia de R$ 1 mil para servir de engolidora de droga.

Criada pela SSP-AM, a Base Arpão atua de forma integrada com efetivos das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (SEOPI), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

As denúncias pode ser feitas através do 181, o disque-denúncia da SSP-AM. O serviço é gratuito e funciona 24 horas por dia em todo o estado.