Iranduba/AM – Neste domingo (31), a estudante Rayssa Rodrigues de Azevedo, 21, que foi atingida com cinco tiros no último sábado (30) em frente a uma escola municipal no bairro Alto, no município de Iranduba, interior do Amazonas, morreu na ala de UTI do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, bairro Compensa, zona oeste.

Testemunhas informaram que dois homens em uma moto dispararam contra Raíssa e saíram assim que constataram que ela havia morrido. Ainda segundo informações, os criminosos foram certos para matar a jovem, visto que três dos cinco tiros acertaram a cabeça.

Para a família de Raíssa o crime é um enigma que precisa ser resolvido. Elma Rodrigues, mãe da jovem, disse que a filha não tem envolvimentos com atos ilícitos. A mãe suspeita que o namorado da filha tenha envolvimento com o assassinato. A polícia investigará o fato.