Manaus – O catador de latas identificado como Jackson da Silva, 25, foi perseguido por um grupo de cinco pessoas e assassinado com várias facadas no peito.

O crime aconteceu por volta das 10h30 da manhã desta sexta-feira, na Avenida Camapuã, bairro do Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

Três homens e duas mulheres correram atrás do catador de latas e aplicaram os golpes quando ele já estava dentro do galpão da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis. Testemunhas do assassinato disseram que Jackson invadiu o galpão e tentou se esconder dos seus perseguidores, armados com pedaços de pau e facas.

Uma mulher, que também é catadora de latinha e conhecia Jackson, disse que ele era usuário de drogas e que antes de ser esfaqueado mortalmente chegou a lutar com o grupo.

Segundo as testemunhas do crime o grupo criminoso era comandado pelas duas mulheres, as quais ordenaram o assassinato depois do primeiro golpe desferido em Jackson. Os envolvidos no homicídio fugiram antes da chegada de policiais militares da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que fizeram uma varredura na área mas ninguém foi preso.

O assassinato teria sido motivado por uma rixa pessoal entre Jackson e alguns usuários de drogas de quem ele teria comprado porções de entorpecentes mas não pagou.  O corpo do catador de latas foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal e a investigação já está por conta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

 IMAGENS FORTES! 

 

 

Fotos: Divulgação