Manaus –  O casal teve o veículo encurralado por criminosos quando saíam de um sítio, localizado em um ramal no KM 19 da rodovia estadual Manoel Urbano, em Iranduba. Jaqueline Taynara Cabral de Souza, de 29 anos, morreu, e o marido dela, o autônomo Willeson Sena, de 42, ficou ferido após serem vítimas de uma emboscada na noite desta quarta-feira (22).

O casal estava na companhia de outros dois homens. Ao saírem do sítio, que é de propriedade das vítimas, o veículo foi cercado por pistoleiros, que efetuaram vários tiros contra o carro, apenas o casal foi alvejado. Willeson dirigia o carro e Jaqueline estava do lado dele no bando de passageiros.

Willeson foi atingido com um tiro no ombro e Jaqueline com tiros na nuca e no rosto. Mesmo ferido, o autônomo conseguiu dirigir até a barreira policial na rodovia, onde pediu ajuda a bombeiros militares que passavam com uma ambulância no local. Em seguida, equipes da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) atenderam a ocorrência. 

O casal foi encaminhado para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, no bairro da Compensa, Zona Oeste da capital. Entretanto, Jaqueline não resistiu e morreu. Já o marido dela foi transferido para o Hospital 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul. 

Os policiais da 8ª CIPM consultaram os nomes das vítimas e verificaram que tanto Jaqueline, quanto Willeson, já responderam pelo crime de tráfico de drogas. Os PMs ainda foram informados que o casal, possivelmente, ainda teria dívidas com traficantes. 

O corpo da mulher foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

O estado de saúde do homem não foi divulgado. O carro do casal foi encaminhado ao 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Iranduba, onde o caso deve ser investigado.