Parauapebas –  Na tarde desta quarta-feira (11), Matheus dos Santos Silva, de 22 anos, foi preso em Parauapebas sob a acusação de ter agredido a companheira e, depois, se masturbado na frente da enteada, de apenas quatro anos. Tomada pela coragem de uma mãe revoltada e cansada de ser humilhada com palavrões, mesmo temendo novas agressões por parte do companheiro, a mulher de Matheus foi até a 20ª Seccional Urbana do município e o acusou formalmente na delegacia.

Segundo o relato feito por ela, o companheiro já havia sido preso há quase dois meses por agredi-la fisicamente, sendo autuado com base na Lei Maria da Penha. Ele ficou preso por apenas três dias e acabou sendo aceito de volta pela vítima. A jovem concordou em deixá-lo voltar ao convívio familiar por achar que ele não incorreria no mesmo crime.

De acordo com o delegado José Euclides Aquino, a criança vítima do ato obsceno, filha da companheira de Matheus, foi ouvida e encaminhada ao Instituto Médico Legal para exames. Caso seja comprovado abuso sexual contra a menor, ele será enquadrado em outros crimes.

Fonte: O liberal