O atacante Bruno Henrique, do Flamengo, apresentou uma carteira nacional de habilitação (CNH) falsa em uma blitz policial no Rio de Janeiro. E pode está em breve em “Otu Patamá”, na cadeia.

A informação é da Rede Globo, que teve acesso ao laudo elaborado pelos peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli.

Segundo a emissora, tanto a cédula do documento quanto o número do registro da habilitação foram forjados.

De acordo com informações da Polícia Civil do Rio de Janeiro, o jogador prestará depoimento nesta quinta-feira, às 14 horas, na Barra da Tijuca.

A pena para casos como o e Bruno Henrique é de até seis anos de reclusão. Em depoimento agendado para esta quinta-feira (12), ele vai ter que explicar onde conseguiu a CNH falsa. A situação do atacante não é nada boa, justamente agora que vive um grande momento e tem conquistado títulos pelo Flamengo1