Manaus (AM) – Um evento clandestino que acontecia no bairro Flores, situado na zona centro-sul de Manaus, foi encerrado na madrugada deste domingo (18) após um flagrante de aglomeração de pessoas em pleno período de pandemia, onde um decreto governamental proíbe este tipo de evento. De acordo com a Central Integrada de Fiscalização (CIF), pelo menos 600 pessoas estavam no local e foram localizadas escondidas em um galpão atrás do espaço, às escuras, para tentar evitar o flagrante.

Na primeira abordagem ao lugar, os agentes encontraram apenas o responsável pelo evento, juntamente com uma banda e quatro pessoas. No primeiro momento, ainda na tentativa de enganar as autoridades,os indivíduos informaram que não havia festa no local.

Mas em seguida, os policiais militares da Força Tática, realizaram incursão e encontram um galpão sem iluminação, onde diversas pessoas, a maioria menor de idade, estavam escondidas com bebidas alcoólicas.

Durante a ocorrência, uma mulher foi detida por desacatado à autoridade. Já em outra vistoria, no bairro Zumbi dos Palmares, zona leste de Manaus, outra pessoa foi detida por desacato e ameaçar agredir fisicamente um policial.

Entre sexta-feira (16/10) e sábado (17/10), a fiscalização interditou dois estabelecimentos por aglomeração e falta de licença sanitária. Outros sete foram autuados e/ou notificados por ultrapassar o horário limite de funcionamento, não possuir sistema preventivo, licença sanitária ou Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).