Manaus 35º
sexta-feira - 6 de maio de 2022

‘Blindada’ compra carne e cachaça para comemorar após policial ser baleado; vulgo ‘Bocão’ continua foragido

Compartilhe
'Blindada' compra carne e cachaça para comemorar após policial ser baleado; vulgo 'bocão' continua foragido

Manaus – Policiais Militares do Amazonas (PMAM) prenderam na noite desta sexta-feira (6) integrantes de quadrilha que iriam fazer uma comemoração por terem baleado o policial Jackson Cezar Souza, na loja Bigazine, avenida Grande Circular. A quadrilha foi presa na rua preciosa, no bairro João Paulo, zona Leste de Manaus. Mas o principal atirador, “Bocão”, continua foragido.

A mulher de 23 anos, foi presa, acusada de envolvimento no ato criminoso na noite da quinta-feira (5), no bairro Jorge Teixeira, zona Leste, que teve como vítima o policial militar Jackson com disparos de arma de fogo, após troca de tiros no estabelecimento. Também foram outras três pessoas suspeitas de terem envolvimento com o crime e ainda planejar uma comemoração.

Com eles, foram apreendidos bebidas alcoólicas, balança de precisão, cerca de mil reais, carnes nobres, celulares e quase um quilo de drogas entre cocaína e oxi.

O grupo foi apresentados no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde passarão pelos procedimentos cabíveis perante lei. E busca por “Bocão” continua em Manaus.

Vitória Supermercados