Bandidos são presos por roubo de equipamentos no valor de R$ 3 milhões, em Manaus

Manaus – Nesta quinta-feira (20), Wildemar Azevedo da Costa, de 31 anos, e Juan Ricardo Braga Carlucci, de 25, foram presos por pertencerem a uma quadrilha que roubou uma carga de microprocessadores no valor de R$ 3 milhões, em Manaus.

O delegado encarregado do caso, Adriano Félix, conta que Wildemar é o chefe da quadrilha, e era ele quem decidia se o roubo ia ser praticado ou não, dependendo da facilidade de venda e valor do produto. Wildemar foi preso no momento em que tentava viajar para o Rio de Janeiro, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. Juan soube da prisão do chefe e se entregou à polícia.

Sobre o roubo da carga avaliada em R$ 3 milhões, no último dia 30 de junho, o delegado afirma que pelo menos 5 pessoas participaram do roubo, sendo que 3 deles fizeram a abordagem ao motorista que transportava os microprocessadores para uma empresa do Distrito Industrial, forçaram o homem a deixar o veículo e fugiram com a mercadoria.

Além desse crime, eles também são acusados de roubar materiais eletrônicos em março deste ano, quando foram iniciadas as investigações.

Os dois foram autuados por roubo majorado e organização criminosa. A Polícia ainda busca por outros envolvidos.

ver mais notícias