Manaus (AM) – Nesta sexta-feira (23/10), por volta das 9h, a equipe da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) norte, sob a coordenação da delegada Wagna Costa, titular da unidade policial, efetuou a prisão de um promotor de vendas, 39 anos, pelo crime de violência doméstica. A vítima foi a ex-companheira dele, uma cabeleireira de 23 anos.

De acordo com a delegada Wagna Costa, a prisão ocorreu nas dependências da Especializada, quando o autor compareceu na delegacia, à procura da vítima, e passou a discutir com o genitor da ex-companheira, que estava na recepção. Na ocasião, foi dada a voz de prisão ao infrator pelo crime mencionado.

“Na manhã desta sexta, a vítima compareceu aos prantos, na delegacia, para comunicar sobre a agressão sofrida. Ela possuía hematomas visíveis na testa e na mão direita. Por estar muito abalada psicologicamente, antes de registrar o Boletim de Ocorrência (BO), ela foi atendida pelo Serviço de Apoio Emergencial à Mulher (Sapem)”, informou a delegada.

Conforme a titular, a agressão ocorreu na madrugada desta quinta-feira, por volta das 4h30, na residência da cabeleireira, na avenida Margarida, bairro Cidade de Deus, zona norte da cidade. Segundo a autoridade policial, a vítima foi orientada a buscar junto ao Sapem os encaminhamentos para assistência jurídica, defensoria pública e psicológica.

Procedimentos – O autor irá responder pelo crime de lesão corporal. Foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 2 mil, caso seja pago, o autor irá responder em liberdade. No caso de não pagamento da fiança, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará à disposição da Justiça.