Amazonas – A Polícia Federal (PF) no Amazonas deflagrou, na manhã desta terça-feira (30), a Operação Sangria, inaugurando a fase ostensiva de Inquérito Policial, por meio do qual são investigados fatos relacionados a possíveis práticas de crimes, como pertencimento a organização criminosa, corrupção, fraude a licitação e desvio de recursos públicos federais. Entre os presos ligados ao governo Wilson Lima estão; 1. Simone Araújo de Oliveira Papaiz, secretária estadual de Saúde;
2. João Paulo Marques dos Santos (JP), secretário-adjunto de Saúde;
3. Perseverando da Trindade Garcia Filho, ex-secretário executivo adjunto de Saúde;
4. Alcineide Figueiredo Pinheiro, ex-gerente de compras da secretaria de Saúde;
5. Fábio José Antunes Passos, proprietário da empresa FJAP & Cia, que vendeu os respiradores para a Susam;
6. Cristiano da Silva Cordeiro, empresário, ex-implicado na Operação Saúva e que emprestou o dinheiro para a operação;
7. Luciane Zuffo Vargas de Andrade, dona da empresa Sonoar, que comprou e revendeu os respiradores para a FJAP;
8. Renata de Cássia Dias Mansur Silva, sócia da Sonoar.

O Governo do Amazonas planeja uma coletiva para se explicar a respeito dessas prisões e esclarecer sobre essa ação da policia federal, a coletiva deve ocorrer na tarde desta terça – feira (30).

Tags: , , , , , ,