Pai matou filho de 1 mês a facadas e feriu ex por não aceitar separação, diz família no Amazonas

Manaus- Suspeito de matar o próprio filho, um bebê de 40 dias, não aceitava a separação, afirmou a avó de Bryan, que não quis ser identificada.

A família informou que, antes de cometer o crime, o homem teria confessado para vizinhos que mataria a ex-mulher caso ela não reatasse o relacionamento. O homem também agrediu o filho de um ano e foi preso após ser espancado por populares.

“Ele é um monstro, que matou uma criança inocente, um bebê saudável”, lamentou a avó.

Avó disse ainda que o casal estava junto há quase 3 anos, quando a filha dela resolveu encerrar a relação há cerca de 1 mês, por não aguentar mais as ameaças do companheiro. Ela (mãe da criança) já tinha se separado dele há um mês, após ter o bebê. Ele foi embora para Maués (cidade do interior do Amazonas), mas voltou há mais ou menos 3 dias para Manaus.

ver mais notícias