Brasil – Na manhã desta quinta-feira (13), a Polícia Federal faz operação para investigar desvio de dinheiro durante a pandemia, no estado de Roraima. 

Conforme as investigações, a fraude pode chegar ao valor de R$50 milhões de reais, valor este que deveria ser destinado à aquisição de insumos médicos, respiradores e testes rápidos à população roraimense.

O ex-secretário de saúde de Roraima, exonerado em maio, Francisco Monteiro, está sendo investigado. Junto a ele, também está sendo investigado o deputado Jeferson Alves, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Supostamente, Francisco e Jeferson teriam se juntado, direcionado contratações a empresas que integram o esquema, e desta forma, os servidores empregados por eles, autorizariam pagamentos fora da ordem cronológica e correta.

A Controladoria Geral da União (CGU) aponta falta de transparência na execução dos recursos federais destinados a Roraima.

As investigações seguem em andamento.