Manaus – A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA), realizou na noite de sexta-feira  (22) e madrugada de sábado (23) a quinta fase da operação Harpócrates, em combate ao crime de poluição sonora. Ao todo, seis bares localizados nas zonas Centro-Oeste e Norte foram notificados. A ação ocorreu em conjunto com o grupo Fera e o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC).

De acordo com a delegada Carla Biaggi, titular da especializada, os bares foram fiscalizados e os proprietários intimados a depor na delegacia, uma vez que vão responder judicialmente pelo crime de poluição sonora, que prevê pena de 1 a 4 anos de prisão.

“Nós estamos cumprindo requisição ministerial, denúncias feitas ao Ministério Público. A atuação desses bares é ilegal. Esses proprietários abrem o bar sem licença ambiental e ainda tem a questão da poluição sonora, por isso a perícia vem com a equipe para comprovar o crime”, informou.

A delegada disse, ainda, que a operação continuará. Com as cinco fases da operação, 35 bares já foram notificados pelo crime de poluição sonora. “Na próxima fase nós teremos outros bares, outros estabelecimentos onde faremos as diligências. A nossa orientação é que a pessoa que quer ter um bar, com som ao vivo, se regularize, tire todas as licenças e cumpra todas as determinações”, afirmou Carla Biaggi.