Urgente: novo tipo de coronavírus é encontrado em morcegos na Tailândia

Por Almeida em 11 de fevereiro de 2021 às 14:39 | Atualizado 11 de fevereiro de 2021 às 14:47

Mundo – Cientistas da Universidade Chulalongkorn, em Bangkok, encontraram um novo tipo de coronavírus em morcegos capturados em uma caverna no leste da Tailândia. Chamado de RacCS203, o vírus compartilha 91,5% do genoma com o SARS-CoV-2, responsável pela pandemia da Covid-19.

Apesar da semelhança, os pesquisadores garantem que o novo vírus não é transmitido dos animais para os humanos, mas pode contaminar as pessoas se for passado de morcegos para um hospedeiro intermediário, como o pangolim.

De acordo com publicação do periódico científico Nature Communications , a equipe de cientistas coletou amostras do vírus em 100 morcegos Rhinolophus acuminatus em junho de 2020. Eles também testarem dez pangolins, entre fevereiro e julho do ano passado, para verificar o potencial de um possível hospedeiro intermediário na transmissão do vírus de animais para humanos.

Os resultados constataram que morcegos e os pangolins têm anticorpos capazes de neutralizar o coronavírus. No entanto, o estudo ressalta que os pangolins não tinham origem definida e que seria necessária uma pesquisa mais aprofundada para compreender o papel deles na transmissão e / ou manutenção de SARSr-CoVs.

Segundo os pesquisadores, essas descobertas indicam que os coronavírus estão mais disseminados em animais por toda a Ásia do que se conhecia anteriormente. Embora a origem do vírus permaneça não resolvida, a descoberta recente estende em 4.800 km a área de provável origem da pandemia.

“Sem dúvida, se eu tivesse apenas uma chance de pesquisar agora, faria pesquisas no sudeste da Ásia, e não dentro da China”, disse Linfa Wang, virologista da Escola de Medicina da Universidade Nacional de Cingapura, que liderou o trabalho.

Essas conclusões também reforçam o anúncio feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que descartou que a pandemia tenha sido causada devido a um vazamento em um laboratório na China.

Com informações da CNN Brasil.

Deixe seu comentário