Mundo – O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (23) que vai nomear Avril Haines para ser diretora nacional de inteligência e Alejandro Mayorkas para chefiar o DHS (Departamento de Segurança Interna, em tradução livre), a primeira mulher e o primeiro latino-americano a ocuparem os respectivos cargos.

A equipe de transição de Biden anunciou outros nomes para o primeiro escalão do governo, como o de John Kerry, o ex-secretário de Estado dos EUA do governo Obama, como enviado especial do presidente para o clima; Antony Blinken como secretário de Estado; Jake Sullivan como conselheiro de Segurança Nacional; e Linda Thomas-Greenfield como embaixadora dos EUA na ONU.

A imprensa americana divulgou no domingo (22) que Antony Blinken seria indicado para o cargo de secretário de Estado, que é equivalente ao de ministro das Relações Exteriores no Brasil.

A escolha do experiente diplomata é uma decisão que pode marcar o retorno dos EUA ao multilateralismo, após o atual presidente americano, Donald Trump, ter se afastado dos aliados tradicionais do país.

Blinken, de 58 anos, é um dos principais colaboradores do democrata para política externa e foi o número dois do Departamento de Estado durante o governo de Obama, quando Biden era vice-presidente, e atuou como braço-direito de John Kerry, que será o enviado especial para o clima.

Fonte: G1