Trump e Hillary ampliam vantagem, mas ainda não convencem - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas

Adsense Responsivo

Trump e Hillary ampliam vantagem, mas ainda não convencem

Postado por - 16/03/2016 09:30    

WASHINGTON — Os pré-candidatos Donald Trump e Hillary Clinton saíram vitoriosos em mais uma importante rodada de prévias nos Estados Unidos nesta terça-feira, cimentando o caminho tanto do republicano quanto da democrata para a disputa presidencial. Os triunfos, no entanto, mascaram uma realidade amarga para os dois: a maioria dos americanos ainda não gosta dele. Ou dela. Os dois partidos têm agora que enfrentar o profundo ceticismo, resistência e desgosto do eleitorado por seus principais candidatos.

— Não há nenhuma eleição análoga na era moderna onde os dois principais candidatos para a nomeação são fracos e trazem discórdia — avaliou Steve Schmidt, um assessor de campanha de George W. Bush em 2004 e John McCain em 2008. — Não há precedentes para isso.

As votações desta Superterça — dia de maratona eleitoral para a disputa à Casa Branca — ocorreram em cinco estados: Flórida (onde ambos venceram), Ohio (Hillary vitoriosa, Trump derrotado), Illinois (Trump e Hiilary levaram), Carolina do Norte (Trump e Hillary saíram vencedores) e Missouri, onde o resultado segue indefinido.

A vitória de Trump em três estados o deixou mais perto dos 1.237 delegados necessários para vencer a candidatura e aprofundou ainda mais o dilema de membros do partido que tentam impedi-lo.

Sua retórica beligerante contra imigrantes latinos ilegais não foi um problema no estado de forte população hispânica da Flórida, onde sepultou as aspirações do jovem senador Marco Rubio, que imediatamente anunciou a retirada de sua candidatura.

Com essas vitórias, a noite foi quase perfeita para Trump, mas o ex-estrela de televisão foi derrotado em Ohio para John Kasich, o governador do estado, levando mais caos ao partido profundamente rachado por sua candidatura. Com a saída de Rubio, Kasich se tornou o último candidato do establishment republicano contra Trump.

Outro candidato continua na arena republicana: o ultraconservador senador Ted Cruz, que fez um apelo pela união de forças para derrotar Trump.

Do lado democrata, as vitórias de Hillary Clinton na Flórida, Illinois, Ohio e Carolina do Norte colocaram dúvidas nas habilidades do senador Bernie Sanders em ultrapassá-la na nomeação do partido.

As derrotas de Sanders em Ohio e Illinois, estados industriais onde a combativo senador começou com vantagem, complica as suas chances: ele precisa vencer por uma larga margem para reduzir a vantagem de Clinton.

— Torna-se muito difícil para Bernie Sanders — disse à agência AFP, Dennis Goldford, professor de ciência política na Universidade Drake.

Enquanto a ex-secretária de Estado continua a sua marcha em direção à nomeação, o seu fraco desempenho entre jovens, independentes, homens e alguns eleitores da classe trabalhadora não pode ser ignorado.

DESEMPENHO POR ESTADO

Na Flórida, Trump e Hillary tiveram vitórias com margens consideráveis sobre os rivais Marco Rubio e Bernie Sanders, segundo projeções. Com 99 delegados em jogo para os republicanos no estado, Trump angariou todos para sua contagem — parte do sistema “vencedor leva tudo” no estado. Do lado democrata, uma alocação proporcional distribui 246 delegados de acordo com o desempenho de cada pré-candidato.

O governador de Ohio, John Kasich, freou Trump e levou a primária de seu estado natal, de acordo com projeções. No sistema “vencedor leva tudo” republicano, os 66 delegados vão para ele. Hillary teve projeções indicando vitória fácil sobre Sanders — seus 160 delegados democratas são distribuídos proporcionalmente.

Na Carolina do Norte, Trump acabou projetado como vencedor sobre o senador Ted Cruz, atualmente o único pré-candidato próximo em número de delegados na disputa total. O estado tem 72 delegados republicanos em jogo, mas com distribuição proporcional. Do lado democrata, Hillary foi projetada vitoriosa sobre Sanders, levando uma fatia maior dos 121 delegados.

Em Illinois, com 69 delegados distribuídos em sistema misto, Trump foi declarado vencedor, e Hiilary foi a vitoriosa entre os democratas.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias
 
Aplicativo da Rádio CM7