Nesta terça-feira, 8, o Ministério da Saúde da Rússia anunciou a liberação de sua vacina contra a Covid-19, Sputnik V, para a população. A pasta ainda não informou as datas.

Conforme o comunicado, o primeiro lote da vacina, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Epidemiologia e Microbiologia, passou nos testes de qualidade e foi liberada para a população civil.

A liberação da vacina Sputnik V acontecerá juntamente com os testes clínicos da Fase 3, que serão feitos em 40 mil voluntários, sendo que 30 mil receberão o imunizante e 10 mil receberão uma substância placebo (sem efeito).

Adaptação para crianças 

De acordo com o professor Aleksandr Butenko, do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamalyea, a vacina também contará com uma versão mais leve para crianças. Até o momento, a vacina russa contra a Covid-19 é destinada para pessoas com idade entre 18 e 60 anos.

Ainda conforme o professor, apenas as pessoas acima dos 18 nos que participam dos testes, porém, o produto final terá uma adaptação infantil.

“Uma criança com peso de 20 quilos definitivamente precisa de uma dose menor do que um adulto com peso de 50, 60 ou 70 quilos”, disse o cientista à agência de notícias Tass.

“O sistema imunológico de uma criança pode não estar suficientemente desenvolvido como o de um adulto. De uma forma ou de outra, todas as vacinas possuem classificações, para crianças e adultos”, acrescentou.

De acordo com Butenko, ainda está em andamento a documentação para obter a permissão do Ministério da Saúde da Rússia para estudar essa vacina em criança.