Raro e ameaçado, peixe “com mãos” é avistado depois de 22 anos na Tasmânia; veja vídeo

Por Letícia Souza em 28 de dezembro de 2021 às 19:43 | Atualizado 28 de dezembro de 2021 às 19:43

Mundo – Um tipo raro de peixe endêmico da Tasmânia foi avistado pela primeira vez em 22 anos. O achado inesperado ocorreu durante pesquisa nas águas da Reserva Marinha da Tasman Fracture, área de conservação nacional do tamanho da Suíça.

O peixe-mão-rosa(Brachiopsilus dianthus), que leva esse nome por conta das barbatanas em forma de mão usadas para rastejar no fundo do mar, só foi visto na natureza cinco vezes, e recentemente havia sido listado como ameaçado de extinção. O último relato antes da nova descoberta data de 1999, quando um mergulhador encontrou o animal em suas explorações subaquáticas na capital Hobart.

O grupo de pesquisadores da Universidade da Tasmânia ficou maravilhado com a descoberta. Eles haviam submergido um robô na costa marinha para examinar corais, lagostas e peixes. Ao examinarem as imagens das gravações, se espantaram ao ver o peixe-mão-rosa nas filmagens.

No vídeo, o animal aparece à direita da tela, atrás de algumas algas marinhas. Ele foi atraído pela câmera que possui uma isca, alvo de disputa de duas lagostas. “Esta é uma descoberta empolgante e oferece esperança sobre a sobrevivência do peixe-mão-rosa, ao mostrar que ele tem um habitat e uma distribuição mais ampla do que se pensava”, disse Neville Barrett, um dos biólogos marinhos que lideraram a expedição.

Veja vídeo: