Argentina- Um morador da cidade de General Pico, na Argentina, foi alvejado com tiros de bala de borracha esta semana após desobedecer a ordem de quarentena para conter a propagação do novo coronavírus  imposta pelo governo.

Sebastián Britos foi atacado por um grupo de policiais ao sair de casa para comprar pão. A esposa dele fez a denúncia em sua página do Facebook.

“É um trabalhador e pai de família que cometeu um erro sim, mas saiu para comprar pão para os meus filhos!”, desabafou.

Em uma carta aberta ao policial que atirou em seu marido, conta que os médicos que atenderam a vítima e os policiais que receberam a denúncia ficaram chocados com a “bestialidade” do ataque.

A esposa do jovem afirma que os tiros foram disparados a uma distância de três metros. Nas fotos, é possível ver cinco ferimentos causados pelas balas no rosto do rapaz, outro no pescoço e um no braço.

“Graças a Deus não atingiu um olho, mas lhe desfigurou o rosto”, relata a esposa.

De acordo com o jornal Clarín, Sebastián precisou ser internado para tratar dos ferimentos, já que a dor só aumentou com o passar do tempo.