Pesquisadores australianos publicaram um estudo na revista Nature Medicine detalhando como o sistema imunológico do corpo humano combate o novo coronavírus. O objetivo da pesquisa é viabilizar a criação de medicamentos, como uma vacina.

Pela primeira vez, os cientistas encontraram quatro células do sistema imunológico que são responsáveis por combater a Covid-19. Com mais de 200 mil casos de contágio reportados globalmente, mais de 80 mil pessoas se curaram da doença, o que mostra que o corpo humano é capaz de lidar com a doença. Ainda assim, fatores como idade avançada, quadros e hipertensão e diabetes oferecem maior risco de morte.

“A descoberta é importante porque é a primeira vez que estamos de fato entendendo como nosso sistema imunológico combate o novo coronavírus”, afirmou, em nota, Katherine Kedzierska, pesquisadora da Universidade de Melbourne, na Austrália.

Para o estudo, os pesquisadores acompanharam o caso de uma mulher de 40 anos em Wuhan, na China, que foi internada em um hospital na Austrália devido ao contágio pelo novo coronavírus. Ela se recuperou em 14 dias, depois que as células responsáveis pela cura foram detectadas na sua corrente sanguínea – o que aconteceu apenas três dias antes da melhora. As células em questão também são vistas no organismo das pessoas que se recuperam do vírus Influenza, da gripe comum.

Fonte Exame