Mundo – O americano Sean Kelley teve que enfrentar um desafio para salvar o filho Sawyer, de 1 ano. Portador da síndrome de Alagille, o menino iria precisar de um doador de fígado e não sobreviveria mais de um mês se o transplante não fosse feito.

Com dificuldade para achar um doador compatível em tão pouco tempo, Kelley então descobriu que poderia ser um doador em potencial. Mas para isso precisaria perder peso antes da avaliação. Correndo contra o tempo, mudou seus hábitos alimentares e começou a fazer exercícios, conseguindo perder 18 quilos.

Por fim, Sean descobriu que o seu fígado era compatível e o transplante aconteceu em 19 de dezembro. Em entrevista ao programa “Good Morning America”, Kelley destacou que ele e o filho estão se recuperando bem da cirurgia.

Fonte: Tudo do Bem