Coreia do Norte só usará armas nucleares em caso de agressão, diz Kim Jong-un - Portal CM7
 
Adsense Responsivo
Manaus, 16 de June 25 ºC Tempestades
Mercado financeiro
Dólar R$ 3.73 -2.15%
Euro R$ 4.3315 -1.68%
 
 
Home / Últimas Notícias / Mundo / Coreia do Norte só usará armas nucleares em caso de agressão, diz Kim Jong-un

Coreia do Norte só usará armas nucleares em caso de agressão, diz Kim Jong-un

Postado por | 07/05/2016 22:00

PYONGYANG — O presidente norte-coreano, Kim Jong-un, garantiu que a Coreia do Norte só usará suas armas nucleares se sua soberania for ameaçada por outra potência nuclear, durante o 7º congresso do Partido dos Trabalhadores da Coreia (PTC), no sábado. Kim também prometeu ainda “cumprir fielmente” suas obrigações de não proliferação e impulsionar o desarmamento nuclear mundial.

Na sexta-feira, na abertura do congresso — o primeiro em 36 anos — o dirigente máximo do país comunista aproveitou o palanque para elogiar o “magnífico” resultado do teste nuclear de janeiro.

— Como um Estado com armas nucleares responsável, nossa república não usará suas armas nucleares a menos que forças hostis com armas nucleares violem sua soberania — disse Kim durante a reunião da assembleia política no sábado, segundo informou a agência de notícias norte-coreana (KCNA).

Em 2003, a Coreia do Norte foi o primeiro país signatário do Tratado de Não Proliferação Nuclear a deixar o acordo. Após seu primeiro teste nuclear em 2006, Pyongyang garantiu que nunca priorizaria o uso de armas nucleares, mas desde então tem reiterado várias ameaças de ataques nucleares preventivos contra a Coreia do Sul e os Estados Unidos.

Desde a chegada ao poder de Kim Jong-un em dezembro de 2011, após a morte de seu pai, a Coreia do Norte realizou dois testes nucleares e dois lançamentos exitosos de foguetes — considerados pela comunidade internacional testes dissimulados de mísseis balísticos. No governo de Kim Jong-il, dois outros testes nucleares já haviam sido feitos.

Agora, analistas ocidentais especulam sobre a possibilidade de um possível quinto teste durante o congresso — uma oportunidade para reafirmar ao mundo o status de potência nuclear do país e dar uma demonstração de força interna. Horas antes do início do evento, na sexta-feira, a Comissão para a Reunificação Pacífica da Coreia do Norte publicou um comunicado glorificando a posse de armas nucleares pelo país. “Nosso status de Estado nuclear dotado da bomba H não poderá ser modificado, pouco importa se alguém admite ou não”.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA

 
 
Aplicativo da Rádio CM7