Coreia do Norte reconhece seu primeiro surto de covid-19

Por Thiago Quara em 12 de maio de 2022 às 9:02 | Atualizado 12 de maio de 2022 às 9:02

Mundo – A Coreia do Norte reconheceu nesta quinta-feira (12), o primeiro surto de covid-19 no país desde o início da pandemia, em 2020. Em resposta, o líder norte-coreano Kim Jong Un impôs um confinamento a todo o país.

A agência nacional de notícia KCNA informou que amostras coletadas no último domingo (8.mai), na capital Pyongyang, de um número não especificado de pessoas com febre, confirmaram as infecções pela variante ômicron. Ao informar sobre os casos de coronavírus, Kim Jong Un usou máscara facil pela primeira vez na televisão estatal.

Ele pediu o bloqueio completo de cidades e condados e disse que os locais de trabalho devem ser isolados por unidades para impedir a propagação do vírus, disse a KCNA. O líder norte-coreano também afirmou ser crucial estabilizar as transmissões e eliminar a fonte de infecção.

Em sua mensagem final, Kim afirmou que país superará o que ele descreveu como um surto inesperado porque seu governo e seu povo estão “unidos como um”.

*Com informações da Associated Press