Mundo – Segundo o jornal South China Morning Post (SCMP), a Comissão Nacional de Saúde da China recomendou o uso da cloroquina no tratamento de pacientes com covid-19.

A comissão afirma que “alguns medicamentos podem demonstrar certo grau de eficácia para o tratamento em estudos de observação clínica, mas não há medicamentos antivirais eficazes confirmados por ensaios clínicos duplo-cegos e controlados por placebo”.

O órgão também afirma que não é recomendado misturar a cloroquina com outros remédios, como azitromicina.

Estudos sobre o uso e eficácia da cloroquina são feitos no Brasil e em outras regiões do mundo, ainda não há tal confirmação. No entanto, é uma esperança no combate ao vírus.

O presidente Jair Bolsonaro, que teve sucesso no tratamento com o remédio, comemorou a recomendação da china ao inserir o remédio no tratamento do novo coronavírus.

Durante a live tradicional de todas as quintas-feiras, ele mostrou a publicação do jornal e disse:
“Nossa cloroquina chegou na china”.