Mundo – Nesta sexta-feira, 15, Barry e Honey Sherman, apontados como donos de uma das maiores fortunas do Canadá, foram encontrados mortos pela polícia no porão da mansão em que viviam. Eles eram proprietários da empresa farmacêutica canadense Apotex Inc.

Os corpos estavam cobertos por panos e foram achados no porão da mansão, situada em um bairro luxuoso de Toronto. O imóvel havia sido colocado à venda recentemente por 7 milhões de dólares canadenses – o equivalente a R$ 18,1 milhões.

O jornal local “Toronto Globe and Mail” informou, com base em declarações de parentes dos mortos, que um corretor encontrou primeiro os corpos no porão. Ele teria ido até a residência preparar a casa para uma visita. “As circunstâncias da morte dos dois parecem suspeitas e estamos tratando o caso assim”, afirmou o oficial de polícia David Hopkinson, em declaração reproduzida pelo O Globo.

A imprensa local ainda noticiou que não havia sinais de arrombamento na residência do casal, cuja morte rendeu condolências até por parte do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau.

Com informações Notícias ao Minuto