Aumento do nível do mar ameaça inundar estação da Nasa - Portal CM7
 
Manaus, 14 de dezembro 26 ºC Tempestades
Mercado financeiro
DólarR$ 3,3347 0,57%
EuroR$ 3,9359 0,55%
 
 
Home / Últimas Notícias / Mundo / Aumento do nível do mar ameaça inundar estação da Nasa

Aumento do nível do mar ameaça inundar estação da Nasa

Da redação | 05/04/2016 06:20

RIO — Um dos maiores e mais sofisticados centros mundiais de tecnologia, a região de Cabo Canaveral, a base de lançamento de foguetes da Nasa na Flórida, corre risco de ser inundada. O aumento do nível do mar, uma consequência das mudanças climáticas, ameaça a infraestrutura da agência espacial ao longo da costa de 115 quilômetros, o que fez estudar até a remoção de instalações.

As agitadas correntes oceânicas contribuem para a erosão dos equipamentos. Fenômenos extremos como o furacão Sandy, cada vez mais comuns, também testam a força das instalações da Nasa.

De acordo com um estudo publicado na semana passada na revista “Nature”, o aquecimento global, responsáveis pelo derretimento das geleiras da Antártica, pode aumentar o nível do mar entre 1,5 e 1,8 metro até o fim do século.

Em todo o país, cerca de dois terços dos territórios ocupados pela Nasa estão em regiões de altitude inferior a 4,8 metros, e a maior parte se localiza em zonas costeiras.

— Estamos tremendamente ligados à água — alerta um estrategista da agência, Kim Toufectis.

De acordo com um grupo de trabalho da Nasa, o aumento do nível do mar de 12 centímetros para mais de 60 centímetros até 2050 pode levar a problemas em cinco estações costeiras da agência.

“Os centros costeiros da Nasa que já estão sob risco de inundação devem tornar-se mais vulneráveis no futuro”, escreveu o grupo de trabalho em um relatório em 2014.

Com a ameaça das mudanças climáticas, a Nasa tem opções como instalar barreiras e outras estruturas que contenham o aumento do nível do mar e os efeitos de tempestades e inundações. Em locais onde a adaptação não for possível, uma alternativa seria o “recuo estratégia”. Esta medida, no entanto, seria cara — o valor ainda é uma incógnita.

A remoção das instalações a qualquer momento não é visto como algo factível, por exigir bilhões de dólares somente para a construção de edifícios e equipamentos, além da necessidade de deslocamento de equipes.

{{post.date}}

 


Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA

  Colunistas

 

  Últimas Notícias