Brasil – Na noite do último domingo (05), Márcia Aparecida, de 35 anos, foi brutalmente assassinada com cinco tiros pelo ex- marido, na zona leste de São Paulo.

Separados a cerca de cinco meses, de um casamento de 15 anos, Edson Moreira não se conformava com o fim do relacionamento com Márcia, que acabou inclusive pela mulher não suportar mais agressões físicas que Edson cometia.

Márcia desde que pediu o divórcio pedia  uma medida protetiva, mas pela demora da justiça, a moça não conseguiu a medida a tempo e morreu antes. 

Edson havia levado os filhos para passear, e chegando na casa da vítima para devolver os filhos, o homem tentou reatar o relacionamento, mas não obteve sucesso. Foi quando então o homem se revoltou, sacou a arma e matou a ex- esposa na frente dos filhos, um de sete e outro de 14 anos. 

Edson Moreira fugiu do local e ainda está sendo procurado.  Ele já tinha passagem pela polícia por tentar matar o pai de Márcia, após o sogro denunciar que Edson batia na sua filha. Pela Maria da Penha, o homem ficou apenas 48h preso e foi liberado, voltando a atordoar a vida da vítima até o fim dos seus dias.