Uma mulher de 24 anos acabou arrancando o pênis de um agressor sexual após ter sido brutalmente estuprada pelo homem. Enquanto obrigava a vítima a fazer sexo oral, o abusador teve o pênis decepado com uma mordida dada pela mulher. O crime aconteceu na madrugada do último sábado (7) na cidade de Obuasi, em Gana.

De acordo com informações confirmadas pela polícia do país, a estudante estava dormindo quando foi surpreendida por um barulho dentro de casa. Tratava-se do estuprador, Emmanuel Ankron, de 23 anos, que havia entrado na residência por uma janela.

Emmanuel imobilizou a vítima e cometeu o abuso sexual mas, quando deixava a casa com dinheiro, uma televisão e ainda o celular da estudante, decidiu voltar e cometer novamente mais um estupro. Quando obrigava a vítima a fazer sexo oral, ele teve o membro cortado. A mulher fugiu e chamou a polícia.

“Ele disse que, antes de ir, queria uma segunda vez”, comentou a ganesa à emissora local ADOM TV. A vítima, mordida nas costas, recebeu atendimento no mesmo hospital e foi liberada após reconhecer o estuprador.

A parte do pênis cortada foi recuperada pela polícia e enviada ao hospital onde o estuprador foi atendido. Ela teria sido reimplantada.