A Moto Honda e BMW informaram nesta terça-feira (24) que vão paralisar a produção de motocicletas no Brasil em função da pandemia do Covid-19.  As atividades nas duas fábricas, localizadas em Manaus, serão suspensas até abril.

No caso da Honda, que possui quase 80% do mercado, e tem a maior fábrica de motos do Brasil, a paralisação começa na próxima sexta-feira, 27 de março, e com previsão de retorno em 20 de abril.

De acordo com a Honda, entre 27 e 30 de março, os funcionários vão usar o banco de horas para compensar os dias não trabalhados. A partir do dia 30, entrarão em férias coletivas.

A empresa ainda informou que vai direcionar “o maior número possível de profissionais das áreas administrativas para férias coletivas ou regime de home office”.

A fábrica de Manaus, inclusive, é a maior do tipo no país. Ela foi inaugurada em 1976, e, recentemente, alcançou o marco de 25 milhões de unidades produzidas.

BMW também para produção

A divisão de motocicletas da BMW, que também tem fábrica em Manaus, anunciou pouco depois da Honda que também vai paralisar a produção no local.

De acordo com a BMW, os funcionários entrarão em férias coletivas entre os dias 30 de março e 23 de abril. São 175 trabalhadores.

Tags: , , , , ,