Manaus – O ginecologista que aparece agredindo uma mulher na hora do parto em Manaus, está  afastado do cargo segundo informou a Secretaria de Saúde do Amazonas (SUSAM). De acordo ainda com secretaria o caso aconteceu na Maternidade Balbina Mestrinho situada no  Centro da capital, no ano passado, mas que somente agora o vídeo viralizou na internet. O médico fazia parte de uma quadrilha que cobrava propina pela realização de partos em maternidades públicas.