Manaus – Até nesta segunda-feira (25), o Instituto Médico Legal (IML) registrou mais de 50 mortes violentas ocorridas nas principais zonas da capital amazonense no mês de maio. Os dados foram fornecidos diariamente pelo órgão, através de relatórios publicados online.

Nos dados publicados estão causas da morte, local e como foram as consequências do crime, a maioria das mortes, foram causas violentas, ou seja, homicídios, assassinatos e linchamentos.

A maioria ocorre pela grande disputa das facções criminosas e por motivos insignificantes, ou seja, dessentimentos de família, vizinhos ou até relacionamentos conturbados, que seriam as motivações para tais crimes.

De acordo com o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), essas informações confirmam os diversos inquéritos que a especializada trabalha para elucidar. “ A maioria dos casos são de pessoas envolvidas com facções criminosas e motivos, torpe que acabam causando essas barbáries” comento o titular.

Com base nos dados fornecidos calcula-se que em média são assassinadas 2 pessoas por dia, o relatório aponta que esse numero pode dobrar ao longo do dia. Os dados são variáveis conforme as ocorrências vão acontecendo.