Brasil – Na noite da última quinta-feira (19), João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi brutalmente espancado até a morte no estacionamento do supermercado Carrefour, em Porto Alegre.  O homem foi morto na frente da própria esposa.

A esposa da vítima relatou que eles estavam fazendo compras e que João fez um gesto -que ela não soube especificar- para uma fiscal, e após isso ele foi retirado do supermercado.

Milena, esposa de João, pagou as compras e saiu do estabelecimento para ver onde estava João, foi quando se deparou com o marido sendo brutalmente agredido por dois seguranças. João foi espancado com chutes, socos e asfixiado na véspera do Dia da Consciência Negra.

“Me ajuda Milena, me ajuda”, foram as últimas palavras da vítima. Os dois seguranças foram presos em flagrante e responderão por homicídio qualificado.

Veja vídeo: