Amazonas – Depois de recuperar a iluminação externa e avançar na revitalização das calçadas e pistas de acesso ao estacionamento do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, na zona Leste de Manaus, o Governo do Amazonas iniciou as obras de reforma das enfermarias da unidade.

 

Após 12 anos sem uma grande intervenção, a maior unidade hospitalar da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) na zona leste recebe obras de recuperação de infraestrutura desde o dia 27 de maio, quando o governador Wilson Lima anunciou o investimento de R$ 15 milhões na reforma.

 

“A reforma custará algo em torno de R$ 15 milhões, são recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), recursos oriundos de uma sobra daqueles recursos de saneamento de igarapés. Nós fomos junto ao BID fazer um pleito para que essa sobra pudesse ser utilizada para o combate à Covid-19, e como o pronto-socorro João Lúcio é um hospital que está atendendo pacientes com Covid-19, o BID prontamente fez a liberação do recurso”, disse o governador na ocasião.

 

Segundo o diretor da unidade, Sílvio Romano, a recuperação das enfermarias iniciou no último domingo (05/07). As enfermarias do João Lúcio estão distribuídas em três andares (1º, 2º e 3º), com capacidade total para 123 pacientes.

 

“O trabalho é feito de forma planejada para não prejudicar o atendimento. O espaço que recebe intervenção tem os pacientes transferidos para outro. Hoje, as obras estão em um lado do 2º andar do hospital”, explica o diretor.

 

O diretor informa que, depois da recuperação das enfermarias do 2º andar, os trabalhos seguirão para o 1º andar e depois para o 3º andar. “Ao entrar em um setor, o serviço é feito por completo: pintura, elétrica, hidráulica, climatização, forro, telhado e pintura”, informa Sílvio Romano.

 

Além da iluminação externa em LED e do trabalho recuperação de calçadas e vias de acesso no estacionamento, já foram recuperados também, em pouco mais de um mês de trabalho, o auditório e a área de treinamento do hospital.