Manaus – Ao todo, 27 cidades do Amazonas, incluindo Manaus, irão receber 61 novas viaturas policiais. As entregas dos veículos para renovação da frota da Polícia Civil e Polícia Militar ocorreu na manhã desta segunda-feira (23), no Pódio da Arena da Amazônia, na Zona Centro-Sul da capital. O investimento é da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

Os novos veículos substituirão os que já estão a serviço do sistema e que, por conta do tempo de uso, precisam ser trocados para dar mais conforto e segurança aos servidores durante as atividades policiais.

Serão 35 viaturas substituídas na capital e 26 no interior, sendo beneficiados os municípios de Urucurituba, Urucará, Uarini, Tapauá, São Sebastião do Uatumã, Santo Antônio do Içá, Santa Izabel do Rio Negro, Pauini, Manaquiri, Envira, Lábrea, Jutaí, Juruá, Itapiranga, Itamarati, Ipixuna, Maraã, Fonte Boa, Coari, Carauari, Canutama, Boa Vista do Ramos, Benjamin Constant, Barreirinha, Atalaia do Norte e Anori.

Reforço

Em fevereiro deste ano, o Governo do Amazonas entregou ao Sistema de Segurança um pacote com 140 itens para reforçar o trabalho das tropas. Entre estes, lanchas blindadas, micro-ônibus e vans para o transporte de tropa, além de carros caracterizados e descaracterizados para atender as polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros. Parte desse material foi adquirida através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), por meio de doações ou convênios.

Na ocasião, o governador Wilson Lima afirmou que o investimento feito pelo Governo do Estado em equipamentos e viaturas possibilita que o policial possa se deslocar com mais tranquilidade e efetividade.

Também em 2020, o governador Wilson Lima lançou a Base Fluvial Arpão, que intensificou o policiamento no Rio Solimões, em Coari (a 363 quilômetros de Manaus), como parte da estratégia de combate à criminalidade, sobretudo ao narcotráfico e à pirataria.

Em Manaus, uma das novidades foi o programa Rocam Motos, com ações de policiamento repressivo e preventivo em regiões comerciais da capital para coibir os crimes de roubo e furto, com foco especial em aumentar a segurança no comércio.