Interior – Servidores do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam) de Vila Extrema, localizada no município de Lábrea (a 783 quilômetros de Manaus) informaram ao Observatório Manaus que o antigo gerente do órgão, Josafá Novaes Macedo estaria envolvido em esquemas de corrupção ocorridos entre novembro e dezembro do ano passado.

Entre os casos cometidos pelo gerente estão usurpação de função pública, estelionato e furto de combustível. “Já efetuamos a denúncia formal contra ele nos órgãos competentes, que já estava com o seu contrato no Idam encerrado e, mesmo assim, continuava a utilizar combustível por meio de um cupom fiscal, sendo que ele já não tinha mais poderes para isso”, afirmou a fonte ao Observatório Manaus. “E ainda há outros crimes cometidos por ele, que já encaminhamos para o conhecimento dos órgãos da Justiça”, completou.

Ainda de acordo com a fonte, o gerente Josafá Novaes Macedo já encerrou o contrato com o Idam de Lábrea e deixou o cargo.

Fonte: Observatório Notícias