Manaus – No inicio da tarde desta quarta-feira (14), um funcionário da empresa de luz Amazonas Energia, foi perseguido por um morador que estava em situação ilegal,  que supostamente teria instalado um ‘gato’ de energia, que ao ser cortado, despertou a fúria do dono da casa. O caso aconteceu na Rua 73, bairro do Mutirão, zona norte de Manaus. 

O funcionário alerto a polícia de que estava sendo perseguido por um homem armado com um terçado. Vale ressaltar que perante a lei, o ato de pôr ou instalar uma ligação de energia direta, é crime. 

“Aquele que desvia a corrente elétrica antes que ela passe pelo registro comete o delito de furto. Assim, se o agente sequer utiliza contador e faz a ligação de energia diretamente da rede, incorre nas penas do crime de furto (art. 155, § 3º CP),. Cuja pena é de reclusão de um a quatro anos, e multa”.