Manaus – Diretamente de Dubrovnik, na Croácia, o empresário Durango Duarte resolveu realizar uma pesquisa sobre a eleição para prefeito de Manaus 2020. O resultado foi divulgado no blog pessoal de Durango, na manhã deste domingo (18).

O empresário na área de marketing, diz ter grande influências  no cenário político por suas pesquisas eleitorais, no entanto, Durango já chegou a divulgar um resultado errôneo em 2014, quando apontou Eduardo Braga como vencedor das eleições para governador, mas quem ganhou foi José Melo.

Na atual pesquisa o Durango, desafiou a pesquisa do Ibope, Durango e  aponta que o candidato do Podemos, Amazonino Mendes com mais  30% das intenções dos votos, quando na verdade todas as pesquisas apontam queda do candidato inclusive o IBOP divulgado nacionalmente esta semana que  aponta o Negão com apenas 25%.

A divulgação de conteúdo manipulado revoltou os internautas e apontaram o empresário Duarte como ‘çharlatão’ do momento, e que com essa pesquisa pretendia influenciar eleitores para beneficiar seus futuros projetos ganancioso, mantendo assim a verba que recebe da prefeitura e governo.

Há também relatos de que o empresário esteja comandando uma ‘quadrilha virtual’, ou seja, alimentando vários sites e blogs com as pesquisas falsas. “Essa estratégia é uma vergonha!”, disse uma internauta.

Imarketing

Ainda deixando clara a ligação direta de Durango com o cenário político amazonense, agora é a empresa IMARKETING quem afunila relações com o governo do estado.

Presidida por Kely Roberta, esposa de Durango, a empresa disponibilizou para a rede estadual, um projeto de monitoramento de portais e blogs.

Por meio de uma seleção totalmente pessoal e sem nenhum embasamento sobre o funcionamento dos sites, Durango decidiu listar os “tops” 50 melhores portais e blogs, em uma clara manobra política de tentar menosprezar o trabalho de jornalistas, empresários e outros profissionais da imprensa.

O projeto cedido pela IMARKETING para o Governo do Amazonas já havia sido oferecido anteriormente à Prefeitura de Manaus mas teria sido abortado por conta do orçamento previsto em 19 milhões de reais. Mesmo já estando sob uso da rede estadual, não há até o momento qualquer registro oficial de pagamento da ferramenta de monitoramento.

Na espécie de disputa entre e blogs e portais criada agora por Durango, há também relatórios que falam sobre os níveis de atuação de cada secretaria em suas respectivas redes sociais de comunicação, oque deve causar também, clima de competição e de demissão entre secretários do governo.

Não é a primeira vez que o empresário deixa sua marca de estrago, pois foi Durango quem alimentou a ideia da construção da cidade universitária, orçada em 200 milhões de reais aos cofres públicos e que, até hoje, segue abandonada após um tímido início das obras no local que hoje é completamente tomado por lama e abandono.

No dia 22 de setembro o mesmo Durango Duarte informou que o Amazonino não chegaria nem ao segundo turno, previsão de cartomante ou de guru. Porque será que mudou?