Manaus – Na manhã deste domingo (16), familiares de Alice Alburqueque, assassinada a facadas pela própria amiga na Holanda, protestaram pela vinda do corpo da jovem a Manaus, para que ele seja sepultado na capital onde a vítima nasceu.

O protesto ocorreu no Largo de São Sebastião, no centro de Manaus. 

Relembre o caso

 Na noite de quarta-feira (12), a adolescente Alice Alburqueque, de 15 anos, foi assassinada a facadas, na cidade de Rotterdam,  Holanda. 

A jovem manauara se mudou para o país há cerca de seis anos.

Segundo relatos da polícia local, que apurou o caso, Alice havia brigado com uma colega de classe, outra adolescente, de 16 anos, que a chamou para uma reconciliação em sua residência. Ao chegar no apartamento, a vítima foi surpreendida com golpes de faca nas costas, que a levou a morte. 

A equipe médica foi acionada, mas Alice não resistiu. 

O motivo da briga ainda não foi relevado, mas a polícia não descarta a hipótese de que a mãe da assassina, e sua irmã teriam ajudado a planejar e executar o homicídio. 

Familiares e amigos da cidade Rotterdam organizam um protesto para sexta-feira,  o dia 14 de agosto, para que a justiça seja feita. A criminosa foi detida junto da mãe e irmã. 

Quem se preocupa com Edvan, Erica e Alice Albuquerque, ou simplesmente é contra a violência sem sentido, junte-se a nós e mostre sua compaixão colocando uma rosa branco no local onde Alice foi brutalmente assassinada, aos 15 anos.”