Manaus (AM) – O artista amazonense Klinger Araújo, de 51 anos, popularmente conhecido pela contribuição cultural e artística ao boi-bumbá de Parintins (AM), morreu na manhã desta terça-feira (29/9), por volta de 12h. A informação foi confirmada pela unidade de saúde onde o cantor estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (U.T.I). O “Furacão do Boi”, como era chamado pelos admiradores, estava internado desde o dia 13 de setembro após ser diagnosticado com coronavírus (covid-19), o que consequentemente causou complicações renais no artista.

Ao informar a morte de Klinger, a unidade hospitalar onde o paciente seguia internado oficializou a notícia por meio de uma nota de pesar, lamentando a perda de uma das maiores personalidades culturais do Amazonas (AM).

Confira a baixo a nota na íntegra:

NOTA À IMPRENSA

É com profundo pesar que o Grupo Samel vem a público informar que o cantor amazonense Klinger Araújo, um dos grandes ícones do Festival Folclórico de Parintins, não resistiu às complicações ocasionadas pelo novo coronavírus, vindo a óbito na manhã desta terça-feira, 29 de setembro de 2020, no Hospital Samel Boulevard, localizado na Av. Álvaro Maia, bairro Adrianópolis.

O Furacão do Boi, como era popularmente conhecido, estava internado desde o dia 13 de setembro na unidade da rede Samel, e era um grande amigo pessoal da Família Samel, tendo grande respeito e admiração da Família Nicolau e dos colaboradores da instituição.

O Grupo Samel presta suas condolências aos familiares do nosso grande amigo, Klinger Araújo, e informa que informações mais detalhadas serão disponibilizadas exclusivamente à família.

Grupo Samel.