Brasília – Ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, estima que o Programa Bolsa Família deve ter um reajuste entre 0,5% e 1% acima da inflação, para 2018.

Osmar Terra foi um dos nove chefes de pastas da União, que estiveram no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (13) para o lançamento de um programa voltado para adolescentes e crianças de comunidades fluminenses. Também estiveram presentes o presidente Michel Temer, o governador e o prefeito do Rio.

Segundo o ministro, quase 85% dos beneficiários que recebem a ajuda federal, estão aptos para trabalhar. Ou seja, a nova meta fiscal contribuiu também para a revisão dos pagamentos de auxílios-doença.

O orçamento para a pasta, segundo o ministro, deve alcançar R$ 91 bilhões o que, segundo ele, superaria os aproximadamente R$ 80 bilhões atuais.