Brasil – Fazendo um patrulhamento de rotina, policiais militares do 15º batalhão, abordaram um homem que estava usando uma tornozeleira eletrônica.

Ao revistarem o homem de atitude suspeita, notaram que o mesmo não tinha passagem pela polícia. Ao comprovarem que se tratava de um cidadão de bem, as autoridades reconheceram que a tornozeleira era falsa.

O homem, ao ser questionado, disse que usa o objeto para atrair mulheres, e que a tática estava dando certo pois ele é visto com superioridade.

Após o esclarecimento ele foi liberado com o objeto, uma vez que o mesmo não apresenta riscos ou danos a sociedade.