Manaus (AM) – Em discurso na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (17), o deputado estadual Wilker Barreto, candidato a vice-prefeito de Amazonino Mendes, mostrou o desespero da chapa com a derrota no segundo turno, já apontada por institutos de pesquisa.

Ao reproduzir “fake news” de que a Procuradoria Geral da República (PGR) teria pedido o afastamento do governador Wilson Lima, Wilker tentou mais uma vez associar o nome do governador à candidatura de David Almeida, que já aparece com 53% de intenções de voto no segundo turno, segundo pesquisa da empresa Perspectiva Mercado e Opinião.

“Confesso que estou mais ansioso com isso (afastamento do governador) do que com as questões municipais”, destacou Wilker, ao insinuar que a estrutura do Governo do Estado estaria “de olho” na Prefeitura de Manaus, sem apresentar qualquer fato que comprove as insinuações.

Fake News – Desmentindo o candidato a vice de Amazonino, a própria Procuradoria Geral da República, por meio da sua assessoria de imprensa, informou ser falsa a informação de que pediu o afastamento do governador do Amazonas, Wilson Lima.

O candidato Davi Almeida também condenou, em suas redes sociais, os ataques através de fake News e disse que não recebe apoio de Wilson Lima e de nenhum outro político ou grupo empresarial.

“O segundo turno mal começou e as fake news estão de volta. Diga não a essa baixaria que tem um só objetivo: impedir o crescimento de David, que já lidera o segundo turno”, escreveu, ao afirmar que o uso de fake News é desespero de quem está disposto a fazer de tudo um pouco mais para se manter no poder.