Manaus (AM) – O aumento nas contas de energia autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) levou o deputado federal Delegado Pablo a apresentar ao órgão um pedido para que o aumento seja cancelado imediatamente.

O deputado lembra a promessa feita pela Aneel no mês de maio, quando o órgão garantiu que não haveriam aumentos na conta de energia até o final do ano ou enquanto durasse a pandemia do Covid-19.

“A promessa tem que ser cumprida! Nosso povo já sofre com a pandemia, e agora precisará se preocupar com o aumento nas contas de luz. Isso é uma injustiça”, afirmou o deputado.

No documento entregue à Aneel, Pablo destaca que o Amazonas foi um dos primeiros Estados do País a enfrentar o pico do coronavírus. “Os efeitos mais cruéis da doença foram sentidos primeiro em Manaus e depois no interior do Amazonas. Fomos os primeiros a sentir o terror”, lembra Pablo.

Embora o pico da pandemia tenha atingido Manaus entre os meses de abril e maio, até hoje a doença continua fazendo vítimas entre a população amazonense. “Não podemos aumentar a conta de luz num momento que as pessoas ainda enfrentam a crise do coronavírus. O aumento tem que ser cancelado imediatamente”, defendeu Pablo.

No plenário da Câmara dos Deputados, o parlamentar ressaltou que, no início da pandemia, apresentou ao governo Federal uma proposta para que as famílias de baixa renda em todo País ficassem isentas do pagamento da conta de luz.

A proposta do deputado estipulou que as concessionárias de energia poderiam cobrar apenas a tarifa social. A ideia foi aceita pelo governo Federal e beneficiou mais de 10 milhões de famílias em todo Brasil.

Pablo ressalta que o fornecimento de energia elétrica é um serviço de necessidade básica, por isso possui regras especiais para atender a população em momentos de calamidade pública, como a provocada pelo coronavírus.