Manaus –  Após ataques sofridos deste o início da pré-campanha, David Almeida (Avante), foi eleito o novo Prefeito de Manaus, com aproximadamente  51,27% de votos, sobre 48,73% de  Amazonino Mendes ( Podemos).

 

Às vésperas da campanha, muitos adversários tentaram manchar  sua história, produzindo fake news, com objetivo claro de prejudicar a sua imagem como, por exemplo, acusações de suposto contrato milionário, mas David sempre foi ficha limpa e segundo o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM), o novo prefeito, não possui nenhuma conta com indícios de irregularidade e, além de não ter pendências no TCE, David também não tem pendências junto à Justiça Eleitoral.

“Sou ficha limpa e o meu histórico político mostra isso. Tenho todas as contas aprovadas e tudo que chegou à Justiça Eleitoral já foi julgado. O grande desafio de hoje é vencer as fake news”, disse David. 

David é sucessor do prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB), que por ter sido reeleito em 2016, não pôde concorrer no pleito de 2020.

A posse acontece em 1° de janeiro de 2021 e termina em 31 de dezembro de 2024.

 Trajetória

 O político está há mais de 15  anos na carreira política e ocupou diversos cargos na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), até a presidência.

David Antônio Abisai Pereira de Almeida é natural de Manaus e filho de Rosa Almeida e Benedito Almeida. O parlamentar é Bacharel em Direito pela Universidade Luterana de Manaus (Ulbra). Começou sua carreira política em 2006, quando foi eleito deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas e hoje atua em seu terceiro mandato consecutivo.

O primeiro mandato foi disputado pela Coligação Amazonas Melhor (PTN, PSC, PAN e PTC), eleito com 7.569 votos. O segundo aconteceu em 2010, pela Coligação Avança Amazonas (PRB, PP, PMDB, PSC, PRTB, PHS, PMM), eleito com 24.479 votos.

No período de 2014 até 2015 assumiu a presidência da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa do Amazonas. O terceiro e atual mandato conquistado nas eleições de 2014, pela Coligação (PROS, PSD, PSDB, PSC), conquistou 24.189 votos.

Neste mandato, ele assume a prefeitura de Manaus a partir de 1° de janeiro até 31 de dezembro de 2024.