Coari – O vereador Ewerton Medeiros está sendo acusado pelo jovem Cezar Wendryl Oliveira da Silva de 21 anos de agressão física. O caso aconteceu no último dia 31 de agosto às 15h30, dentro da barbearia Fábio Reis no município de Coari.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência (BO), a vítima Cezar estava cortando o cabelo quando foi surpreendido pelo vereador Everton com um soco no rosto e em seguida o vereador começou a falar palavras de baixo calão para a vítima.

“É tu que está aqui vagabundo, por isso tu está quieto e fica rindo de mim lá na câmara e onde eu estou. Tu deveria ter vergonha de viver na sociedade por ser gay. Cala a boca filho da puta, sem vergonha, safado”, informa o BO. 

A vítima revidou e completou. ” você deveria me respeitar porque em nenhum momento fico rindo da sua cara. Você deveria ter vergonha por ser oposição medíocre, eu vou me calar em respeito ao local de trabalho do meu amigo”, comentou a vítima. 

O vereador foi indiciado por injúria e vias de fato.  

Confira o BO

Atualização 17h52

Por meio de nota, o vereador Ewerton Medeiros esclareceu sua versão

Leia a nota na íntegra

Eu, vereador Ewerton Medeiros, eleito vereador no Municipio de Coari, venho por meio desta nota informar a verdade dos fatos sobre a acusação que recebi do senhor Cezar Wendryl Oliveirade da Silva de que eu teria o agredido no dia 31/10/19 na barbearia Fábio Reis na cidade de Coari.

Como é de conhecimento de todos, sou vereador oposição na minha cidade, onde venho exercendo a importante função ética em favor do povo coariense, legislando, cobrando e fiscalizando, porém este meu trabalho em favor do povo causa insatisfação de pessoas que não aceitam meu pocisionamento

Tenho sido vítima há meses, deste rapaz , que trabalha com vereador da situação Carlinhos do Bem, com piadinhas, chacotas e outras atitudes constrangedoras que denigrem a minha imagem, mas também da minha família em meu ambiente de trabalho, na Câmara Municipal de Coari, porém jamais revidei qualquer tipo de chacota ou atitude que pudesse prejudicar tal servidor, por total respeito que tenho pelas pessoas em meu ambiente político.

Porém ao está passeando em um parque de diversão na minha cidade com meus filhos essa cena se repetiu e percebi que já não se tratava de ato político e sim pessoal.

No último dia 31/10/19 estive na barberia e o encontrei no estabelecimento, lá fiz um pedido a ele, que pudesse parar com as situações constrangedoras por motivos torpes e politiqueiros. Não houve insultos ou agressão e a outra parte faltou com a verdade. Neste momento o barbeiro dono do estabelecimento, conhecido por nome Fábio Reis, presenciou todo fato e está disposto a colaborar com a Polícia sobre o fato ocorrido, sabendo a verdade no qual falo a vocês.

Reitero meu total repúdio a qualquer ato de violência, pois sou de uma família tradicional na cidade de Coari e que preza pelo respeito e amor ao próximo, sem que haja qualquer preconceito sobre opção sexual.

No mais, fico a disposição da imprensa e do povo coariense, para prestar qualquer tipo de esclarecimento sobre o ocorrido, assim como a testemunha deste caso, que irá depor em breve e mostrar a verdade dos fatos.

Forte abraço,

Vereador Ewerton Medeiros
(Juntos Somos Mais Fortes)