Usuários de UBS da Compensa fazem filas por mais de 7 horas para conseguir marcar consultas - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas


Usuários de UBS da Compensa fazem filas por mais de 7 horas para conseguir marcar consultas

Postado por Meriane Jeffreys - 09/11/2018 10:39    

Manaus – Os moradores da zona oeste que necessitam de atendimento médico na Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor de Freitas, localizada na Avenida Brasil, Compensa, têm de enfrentar uma espera de mais de 7 horas em uma fila para conseguir agendar consulta com clínico geral, pediatra e outros especialistas. Além dessa espera, há outra de uma semana, pois a unidade somente marca consultas uma vez por semana.

A unidade de saúde tem uma metodologia confusa para atendimento dos pacientes, conforme explicou um dos usuários. “Antigamente, podíamos vir todos os dias vir e marcar consulta. Não havia filas tão grandes e sempre conseguíamos vaga para agendar. Mas, agora, decidiram que somente na sexta-feira é que se pode agendar consulta com os médicos, por isso essa confusão toda. Além disso, em uma sexta-feira começam a atender às 13h, em outra sexta-feira começam às 11, e hoje disseram que iniciaria às 9h”, disse o morador do bairro, que chegou às 6h na unidade nesta sexta-feira (09/11).

Como o espaço físico da UBS Leonor de Freitas é pequeno, a fila para o agendamento inicia na porta do Serviço Social, passa para a sala de agendamento do Sisreg, contona a recepção e termina em frente à farmácia da unidade, fazendo com que os usuários fiquem confusos em saber qual fila é de qual atendimento.

Como a metodologia de atendimento muda praticamente toda semana, alguns usuários tentam ligar para a UBS Leonor de Freitas para verificar em qual dia e horário irão realizar o agendamento para as consultas, mas o telefone está sempre ocupado ou nunca é atendido, segundo informou outra usuária da unidade.

A reportagem ligou para o telefone da UBS Leonor de Freitas (3671-3759) e constatou que as chamadas não são atendidas.

Em péssimo estado – O descaso com a saúde municipal não se limita à UBS Leonor de Freitas. A maternidade Moura Tapajóz, também localizada na Avenida Brasil, na Compensa, está com a sua estrutura física com avarias, a começar pela fachada da unidade, que está deteriorada, inclusive com placas que caíram devido à falta de manutenção do prédio.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias
 
Aplicativo da Rádio CM7
jQuery(document).ready(function(){//atualizarDados(); jQuery('#button-play').click(function(){var player = document.getElementById('player');if(player.paused){player.src = "//streaming17.hstbr.net:8036/live?type=.mp3&provider=video&autostart=1" player.load() player.play() } else {player.pause();player.currentTime = 0;player.src = '';}jQuery(this).find('i').toggleClass('fa-play').toggleClass('fa-stop');}) })