Manaus – Na tarde desta quarta-feira (11), o local histórico e referência no ramo hoteleiro manauara, Tropical Hotel, foi arrematado pelo empresário Welligton Lins, proprietário do Instituto Metropolitano de Ensino (IME).

Nas redes sociais, o empresário garantiu que dará continuidade ao hotel, e que agora o ‘Tropical Hotel é Fametro!”.

O hotel foi arrematado em leilão no valor total de R$93.807.353,00 (noventa e três milhões, oitocentos e sete mil e trezentos e cinquenta e três reais).

Diante da aquisição, vagas de emprego devem surgir para darem, de fato, continuidade no Hotel, pois o mesmo quando encerrou as atividades, deixou mais de 300 pessoas desempregadas.

Entenda o caso 

O hotel de luxo que já recebeu reis, príncipes, celebridades internacionais, presidentes e comitivas de Estado parou de receber hóspedes em maio de 2019  depois da interrupção no fornecimento de energia elétrica devido a dívidas de mais de R$ 8 milhões com a Amazonas Energia.

Localizado às margens do Rio Negro, o hotel foi inaugurado em 1976 pelo antigo Grupo Varig. Com a falência da companhia aérea, o hotel de selva foi afetado e passou a ter gestão própria, sendo o único do grupo a manter a marca Tropical.