Manaus – Taiana Lima, a pedagoga de 29 anos é a primeira-dama do Amazonas, não terá cargos no Governo do Estado. Ela atuará em ações sociais sem direito a salário nem equipe. O martelo foi batido ao fim dos trabalhos da Comissão de Transição.

Taiana Lima, primeira-dama, é amazonense,  é pedagoga e Filha de Francisco e Lenilda, Taiana tem três irmãs, oito sobrinhos, e foi moradora dos bairros do Coroado e Ouro Verde, zona Leste de Manaus.

A profissão de professora era um sonho de infância. Aos 21 anos Taiana Lima se formou em pedagogia pela Universidade Nilton Lins e começou a dar aula no segmento de educação infantil. O gosto pela companhia de crianças vem de casa. Os momentos com os sobrinhos são prioridade. “Participar da vida dos meus sobrinhos é dar e receber amor, e é disso que criança precisa: carinho e cuidado”.

Em sala de aula ela sempre expressou carinho a seus alunos e construiu uma carreira baseada na dedicação e no amor ao ensino.

Nejmi Aziz e Edilene Oliveira, as duas últimas primeiras-damas do AM, presidiram o Fundo de Promoção Social. Na gestão de José Melo, a pasta chegou a ter 61 funcionários, com salários de até R$ 15 mil. Na cúpula, havia três secretários executivos e um diretor administrativo.