Manaus – O Amazonas tem 81 pessoas com diagnósticos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) nesta sexta-feira (27/03). Nas últimas 24 horas, foram identificados dois casos de Covid-19 no município de Manacapuru e mais 12 casos na capital, Manaus. Com isso, sobe para seis o número de diagnósticos positivos no interior. Os outros casos são em Parintins (2), Boca do Acre (1) e Santo Antônio do Içá (1). Em Manaus são 75 casos.

Na live desta sexta-feira, transmitida pelas redes sociais do Governo do Amazonas para atualização de informações sobre o novo coronavírus, no Estado, a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto, reforçou o pedido para que a população siga em isolamento social. Para ela, a medida tem surtido efeito, dando como exemplo o reduzido número de pacientes internados e em estado grave, assim como a baixa letalidade entre eles – uma morte.

“Temos um óbito. Isso corresponde a uma taxa de letalidade de 1,23%, considerando os nossos 80 casos, o que é uma letalidade baixa. É uma excelente notícia, levando em conta que nós já estamos chegando à metade do período de 15 dias em que pedimos para que todos fiquem em casa e nós vimos o impacto no número de casos graves e de óbitos, que certamente a permanência das pessoas em casa evita a circulação do vírus”, disse Rosemary.

Pacientes internados – Segundo Rosemary, há em Manaus oito pacientes internados em unidades privadas e três no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, unidade pública de referência para o atendimento de casos graves de Covid-19 no Amazonas.

Dos oito internados em hospital privado, dois estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Dos três internados no Delphina Aziz, dois estão em UTI. Estes estão sendo submetidos ao tratamento experimental com o uso de cloroquina.

Posto de coleta no Delphina Aziz – Rosemary informou também que a FVS-AM vai montar um posto de coleta de amostras para testagem de pacientes exclusivo para o Delphina Aziz. A ideia é acelerar o processo de diagnóstico.

A diretora disse que a demanda pelos testes tem crescido nos últimos dias. Na próxima semana, o Governo do Amazonas deve receber 60 mil testes rápidos.

“A demanda aumentou muito. Temos equipes fazendo coleta tanto em hospitais como em domicílios. Estamos implantando um posto de coleta diretamente no Delphina Aziz. Possivelmente, amanhã (sábado, 28/03), começará a funcionar”, declarou a diretora.

Monitoramento – Rosemary destacou também que desde quinta-feira (26/03), o Governo do Amazonas está monitorando via aplicativo todos os passageiros que desembarcam no aeroporto internacional Eduardo Gomes, em Manaus.

O aplicativo permite que profissionais da FVS-AM monitorem o quadro clínico das pessoas, possibilitando a identificação de casos suspeitos de Covid-19. Por meio de decreto, o Governo do Amazonas determinou que toda pessoa que desembarque em Manaus se submeta a uma quarentena de duas semanas, como o monitoramento virtual, por meio do celular. Cássio Espírito Santo informou que o mesmo procedimento está sendo adotado nos portos.